728

Semusa reúne servidores para encontro de valorização da vida no ambiente de trabalho

Share:

Evento teve objetivo de auxiliar no processo de cuidado pessoal com a saúde mental daqueles que cuidam do próximo

Porto Velho, RO - A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) realizou, nesta quinta-feira (28), o 2° Encontro de Valorização da Vida no Ambiente de Trabalho. O evento faz parte da programação da campanha Setembro Amarelo, que atua na conscientização da importância da vida a na prevenção do suicídio.

O encontro, realizado na sede do Ministério Público de Rondônia (MP/RO), reuniu diretores de unidades de saúde básicas e especializadas, integrantes da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes, membros dos Núcleos de Educação Permanentes (NEP) dos estabelecimentos de saúde e servidores da sede da Secretaria.

O objetivo do evento foi de promover reflexões que auxiliam no processo de cuidado pessoal com a saúde mental, dentro e fora do ambiente de trabalho. Para discutir os diversos assuntos que permeiam o tema, a Divisão de Acompanhamento de Condições de Trabalho em Unidades de Saúde, coordenadora do encontro, convidou especialistas da área.

Representando o Ministério do Trabalho, Juscelino José Durgo, auditor fiscal e chefe substituto da seção de fiscalização estadual, falou sobre as normas trabalhistas e também sobre as condições de trabalho dos servidores.

Shelton Botelho, diretor do Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (Caps AD), detalhou o trabalho da unidade e como atua para ajudar na saúde emocional da população; Itaci Alves, coordenadora municipal da vigilância das violências da Semusa, apresentou um panorama sobre o impacto das violências na saúde mental da população, principalmente a feminina. Também fizeram parte da mesa a representante da Central Única das Favelas, Ana Maura e o médico psicanalista, Kim Roberto Freire.


Secretária-adjunta municipal de Saúde, Marilene Penati, participou da solenidade

A secretária adjunta municipal de Saúde, Marilene Penati, também participou da solenidade e enfatizou o trabalho da Semusa em busca de oferecer o melhor ambiente de trabalho para os profissionais, seja em estrutura física e também na organização dos processos das atividades.

“A pandemia trouxe uma grande sobrecarga emocional para os trabalhadores da saúde e precisamos falar sobre esse problema. Temos empregado esforços para oferecer canais de escuta, com atividades nas próprias unidades, ampliando o alcance da nossa ouvidoria SUS e também fortalecendo a divisão que atua na promoção da saúde do trabalhador”, pontua a secretária Marilene Penati.

Para Marcelo Villar, diretor do Centro Integrado Materno Infantil (CIMI), que participou do encontro, “é de fundamental importância a atividade, pois vai abrir um leque enorme de informações que muitos servidores, independente de esfera, não conhecem, como seus direitos e deveres, por exemplo, e por desconhecimento se tornam omissos. Esse evento precisa ser contínuo, pois somente assim alcançaremos um objetivo maior”.

Assessora Técnica da Semusa, Janileila Chalender Ferreira acredita que encontros com essa temática são importantes não somente para melhorar a saúde mental no ambiente de trabalho, mas para a vida pessoal também. “Se estamos com problemas no ambiente familiar, isso, consequentemente, influencia nosso desempenho e relações no trabalho, pois não conseguimos dissociar totalmente. Por isso, é importante termos conhecimento sobre a inteligência emocional para buscarmos ajuda”.

Coordenador do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest), Valdir Alves, que também organizou o evento, entende ser fundamental a discussão sobre a valorização da vida e, trazendo isso para o ambiente de trabalho, a Semusa cumpre o papel de, também, cuidar de quem cuida.

“Nós temos uma grande preocupação e responsabilidade em garantir a saúde do trabalhador. Por isso, sempre cobramos e fiscalizamos a utilização correta de EPI e o cumprimento de todas as normas regulamentadoras. Mas, também precisamos saber nos preocupar com o que não vemos fisicamente, que é o estado emocional dos nossos servidores e, neste tema, temos empregados esforços contínuos para fortalecer nossa rede de apoio”.



Fonte: Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

Nenhum comentário