Nota Técnica oficializa compromissos delineados no Plano de Ações do Pacto pela Governança da Água - RONDONIA 319

728

Nota Técnica oficializa compromissos delineados no Plano de Ações do Pacto pela Governança da Água

Share:

A aprovação do Pacto da Água resulta das muitas reuniões com os parceiros envolvidos com o tema

Porto Velho, RO - Com o objetivo de implementar medidas que melhorem a eficiência na gestão dos recursos hídricos, e garanta sua disponibilidade para as atuais e futuras demandas de forma sustentável, o Governo de Rondônia assinou na quarta-feira (8), Nota Técnica oficializando os compromissos delineados no Plano de Ações do Pacto pela Governança da Água.

O documento resulta de um compromisso firmado entre a Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) e a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), por meio da Coordenadoria de Recursos Hídricos (Coreh), visando a integração de ações estratégicas entre os órgãos federal e estadual.

A iniciativa conta com a parceria da Secretaria de Estado de Obras e Serviços Públicos (Seosp), Companhia de Água e Esgotos do Estado de Rondônia (Caerd) e Agência de Regulação de Serviços Públicos Delegados do Estado de Rondônia (Agero).

Para o governador de Rondônia, Marcos Rocha a união de esforços entre as instituições é essencial para a execução eficaz do Plano de Ações, garantindo assim resultados concretos e duradouros na preservação e uso responsável dos recursos hídricos do estado. Também reafirma o compromisso com a sustentabilidade ambiental e o desenvolvimento socioeconômico equilibrado, a fim de garantir um futuro próspero e sustentável para as atuais e futuras gerações.

Segundo o secretário da Sedam, Marco Antonio Lagos, com o plano serão fortalecidas as ações executadas para mitigar os desafios enfrentados em relação à conservação dos recursos hídricos, especialmente diante das mudanças climáticas e do crescimento populacional.

De acordo com a coordenadora da Coreh, Daniely da Cunha, a implementação do Plano de Ação fica sob responsabilidade de ambas as esferas de governo. “Foram muitas reuniões entre o governo do estado e a ANA, discutindo e avaliando as ações do pacto, até construirmos o que está sendo apresentado na Nota Técnica”, pontuou.

Nenhum comentário