728

Governo nomeia aprovados em concurso da Polícia Técnico-Científica de Rondônia

Share:

Os 30 peritos criminais e 30 agentes de criminalística nomeados atuarão nos campos da perícia criminal e da investigação científica

Porto Velho, RO - A Superintendência da Polícia Técnico-Científica de Rondônia (Politec), além de mais moderna e dotada de tecnologias, terá o quadro de servidores reforçado em 2024. O Governo de Rondônia nomeou os aprovados em concurso público nesta terça-feira. As listas com os nomes dos novos peritos criminais e agentes de criminalística constam no Decreto nº 28.873 de 29 de janeiro de 2024, publicado no Diário Oficial do Estado de Rondônia (Diof).

Conforme o Diário Oficial, a posse dos candidatos acontecerá após apresentação dos documentos requeridos, dentro do prazo de 30 dias, a contar da data da publicação do decreto. Os nomeados devem estar atentos às orientações contidas no Edital Nº 7/2023/POLITEC-GAB, onde consta a lista de documentos a serem apresentados.

Além disso, é necessário apresentar a declaração informando se ocupam ou não cargo público; declaração sobre a existência ou não de investigações criminais, ações cíveis, penais ou processo administrativo em que figure como indiciado ou parte; e a declaração quanto à existência ou não de demissão por justa causa ou a bem do serviço público.

Em Rondônia, o Governo concedeu por lei aumento salarial para os servidores da Politec

ELUCIDAÇÃO DE CRIMES

Para o governador Marcos Rocha, o Governo do Estado está dotando a Polícia Científica de condições para prestar cada vez mais, um serviço de qualidade à população. ‘‘O Governo de Rondônia busca, com a nomeação de peritos criminais e agentes de criminalística, dar melhores condições para a Polícia Científica exercer sua missão de elucidar crimes e auxiliar a Justiça’’, ressaltou.

O superintendente da Polícia Científica, Domingos Sávio explicou que, os 30 peritos criminais e os 30 agentes de criminalística atuarão nos campos da perícia criminal e da investigação científica. ‘‘Esse novos servidores efetivos representam o fortalecimento do trabalho da Polícia Científica, com objetivo de prestar um melhor serviço à sociedade rondoniense, proporcionando mais agilidade e eficiência’’, pontuou.

Governo do Estado tem garantido mais tecnologia à Politec para dar mais robustez nas provas periciais

POLITEC

A Superintendência de Polícia Técnico-Científica tem a finalidade de realizar perícias criminalísticas para os procedimentos de investigação criminal e processo judicial criminal.

Governo do Estado tem garantido mais tecnologia à Politec, possibilitando dar mais robustez para as provas periciais, a exemplo do equipamento de Espectroscopia no Infravermelho por Transformada de Fourier (FTIR), utilizado na identificação de um composto ou para investigar sua composição química; e o Microscópio Eletrônico de Varredura (MEV), que oferece informações sobre a morfologia e composição química dos materiais, como por exemplo, presença de pólvora.

A integração do estado de Rondônia no Sistema Nacional de Análise Balística (Sinab), proporciona a rastreabilidade de armas de fogo e munições utilizados nos crimes contra a vida.

Além disso, os servidores da Polícia Científica, assim como das demais forças da segurança, receberam do Governo de Rondônia aumento salarial, garantido por lei sancionada no dia 18 de dezembro do ano passado. Para a Polícia Técnico-Científica, o percentual varia de 0,5% a 56%, que vão ser implementados gradativamente até 2026.

Nenhum comentário