728

Helicóptero e cão farejador: a operação que resgatou homem perdido há sete dias no pico mais alto de Rondônia

Share:

Amigos que estavam com a vítima andaram por quatro dias na mata para pedir ajuda. Homem de 64 anos passou sete dias perdido no Pico do Tracoá

Porto Velho, RO - Em meio a vento, chuva e raios, uma operação foi realizada pelo Corpo de Bombeiros e o Núcleo de Operações Aéreas (NOA) para resgatar, no último mês, um homem de 64 anos que passou sete dias perdido no ponto mais alto de Rondônia: o Pico do Tracoá.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a vítima foi até o pico com amigos, mas no caminho de volta começou a passar mal e não conseguiu continuar. Os amigos andaram por quatro dias na mata, até Campo Novo de Rondônia (RO), cidade mais próxima, para pedir ajuda.

Uma peça fundamental em toda ação foi a participação do Black, o cão farejador do Corpo de Bombeiros. Foi ele quem localizou o homem no meio da floresta.

As equipes também utilizaram o Falcão, o helicóptero multimissão do NOA. As equipes de busca precisaram ser desembarcadas no leito de um rio, já que a floresta no Pico do Tracoá é densa, com árvores altas.

Foram três dias de tentativas, até que a equipe finalmente encontrar a vítima em um abrigo improvisado no meio da floresta.

O homem foi socorrido com apoio do helicóptero. Para pousar o Falcão, a equipe de solo precisou abrir uma clareira na mata porque não tinha margem de erro para aproximação do helicóptero.

A vítima foi atendida na unidade de saúde mais próxima e em seguida levada aos familiares.

Fonte: G1

Nenhum comentário