Porto Velho adere a programa que incentiva as construções sustentáveis - RONDONIA 319

728

Porto Velho adere a programa que incentiva as construções sustentáveis

Share:

Iniciativa visa tornar as edificações verdes como política pública municipal

Porto Velho, RO - A Prefeitura de Porto Velho aderiu ao Programa de Transformações do Mercado de Edifícios Verdes em julho de 2022 e tem trabalhado para incentivar a construção de empreendimentos sustentáveis no município. O programa, realizado pela International Finance Corporation (IFC), do Banco Mundial, selecionou Porto Velho e mais quatro capitais da região Norte, oferecendo consultorias gratuitas sobre edificações verdes como política pública municipal.

Esse programa teve a atuação direta da Agência de Desenvolvimento de Porto Velho (ADPVH), em todo o processo de adesão e consultoria, envolvendo ainda as Secretarias Municipais de Meio Ambiente (Sema), de Habitação e Urbanismo (Semur), de Planejamento, Orçamento e Gestão (Sempog) e da Fazenda Municipal (Semfaz).

"É a busca por inovação e sustentabilidade, que é foco do trabalho da Agência e que a Prefeitura tem adotado para tornar a capital cada vez num ambiente mais favorável ao desenvolvimento sustentável e ao uso de tecnologias inovadoras", explicou o presidente da ADPVH, Leandro Dill.

A Prefeitura fez uma série de estudos e eventos com a finalidade de delinear o programa de construção sustentável, adequado à realidade da nossa cidade. As discussões envolvem diversos temas, como o estímulo e incentivo ao contribuinte que aderir e investir em uma construção sustentável na capital.

Para aderir ao programa, o futuro empreendimento precisará alcançar um ganho de eficiência de 20% nas áreas de energia, água e materiais por meio da certificação Edge, que é obtida através de um software que determina a linha de base para economia de energia, água e energia incorporada em materiais específicos na construção civil. O objetivo é fazer com que esses edifícios, sejam de uso comercial ou residencial, tornem-se sustentáveis.

O impacto da certificação verde para os edifícios vai além da demonstração de responsabilidade ambiental de uma empresa. Ela pode reduzir custos, atrair clientes e facilitar acesso a uma linha de crédito diferenciada.



Fonte: Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

Nenhum comentário