Jailton Delogo lembra que acessibilidade é um direito - RONDONIA 319

728

Jailton Delogo lembra que acessibilidade é um direito

Share:


Porto Velho, RO - 
Com medidas empoderadoras visando proporcionar a inclusão das pessoas com deficiência, o doutor Jailton Delogo trouxe essa semana mais novidades para as redes sociais (TikTok, Kwai e Instagram), com o intuito de que essas pessoas pudessem fazer de fato parte da vida social.

Nessa segunda feira ele informou por meio de vídeos postados, que a pessoa com deficiência pode ter em seu documento de identidade, a especificação de sua deficiência com o respectivo CID, para evitar possíveis constrangimentos, informou também que a audiência pública realizada em Guajará Mirim, no dia 23/04 já está rendendo frutos, porque foi encaminhado pela Câmara, um pedido para que o executivo daquele município revitalizasse, o conselho municipal da pessoa com deficiência.

Se você quiser seguir ou saber um pouco mais sobre o tema pessoa com deficiência basta acessar o perfil por meio da busca @jailtondelogo. https://www.instagram.com/jailtondelogo?igsh=bTg0czJqMTF6ajdn&utm_source=qr

A TV Rondônia novamente nesta quarta feira dia 08/05, inseriu em sua programação para todo o estado no Jornal Bom Dia, o quadro Momento da Inclusão, Jailton destacou na telinha que a Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transporte (Semtran), vai disponibilizar transporte gratuito para usuários com deficiência severa e seus acompanhantes, desde suas residências até o local de tratamento, educação ou outras necessidades.

Delogo ressaltou que o cadastro pode ser realizado na sede da secretaria ou pelo site da prefeitura no link do com carde. Com essa iniciativa as pessoas com deficiência que tem uma certa vulnerabilidade poderão participar com mais assiduidade em suas terapias ocupacionais, fisioterapias dentre outros.

Nessa oportunidade o servidor informa, que este quadro vai ao ar quinzenalmente, uma quarta sim e outra não, a partir de 6 da manhã na sua TV Rondônia. Em sua participação no quadro, o ativista que é deficiente visual enfatizou que devemos render homenagens e valorizar este trabalho, porque são exemplos vivos de como a inclusão e o apoio as pessoas com deficiência são essenciais para uma sociedade mais justa e igualitária.

Assessoria

Nenhum comentário