728

Foragidos do Acre são presos pela PM após tiroteio no Morar Melhor; acusados dizem que vieram fortalecer o PCC em Porto Velho

Share:

Apreensão ocorreu após denúncia de disparos de arma de fogo no condomínio Morar Melhor, zona Sul da cidade - Foto: Luís Paulo/Portal SGC

Porto Velho, RO - Três homens foram presos e um menor detido, na madrugada desta sexta-feira (29), no residencial Morar Melhor, na zona sul de Porto Velho, acusados de fazer disparos de arma de fogo. Dois deles são foragidos do estado do Acre e teriam vindo à capital para fortalecer a facção criminosa PCC, de acordo com relatos repassados a policiais militares. Ele foram identificados como Rui A., Paulo H.M.C., Gabriel G.J.e um menor de idade.

Uma guarnição da PM foi acionada para averiguar denúncia de disparos de arma e ao chegar, se deparou com vários homens correndo pelas ruas, sentido fundos do residencial. Outras viaturas foram chamadas e o cerco foi fechado.

A ocorrência informa que um grupo foi detido no último andar e policiais testemunharam quando Rui se desfez de uma pistola calibre 9mm. Já Gabriel teria jogado uma caixa de munições. Com Paulo foram localizadas porções grandes de maconha e cocaína. Em pesquisas aos bancos de dados da Justiça, foi descoberto que Rui e Paulo são foragidos da Justiça do estado do Acre. Eles afirmaram que vieram a Porto Velho para fortalecer o PCC no Morar melhor.

Após as prisões, criminosos fizeram vários disparo para o alto, tentando intimidar a PM.

Fonte: Rondôniagora

Nenhum comentário