728

Teste para interligação da ETA nova marca o avanço das obras da rede de abastecimento de água em Porto Velho

Share:

As Estações de Tratamento de Água, irão operar a vazão de 1600 litros por segundo

Porto Velho, RO - As obras de melhoria e ampliação do sistema de abastecimento de água em Porto Velho estão em processo de teste para a interligação da nova Estação de Tratamento de Água (ETA). O início da nova etapa com a interligação da ETA I, já existente, e a ETA Nova. irão operar a vazão de 1600 litros por segundo, impulsionando a rede de abastecimento de água no município.

Um marco histórico para a Capital, por meio da iniciativa do Governo do Estado, sob gerenciamento e fiscalização da Secretaria de Estado de Obras e Serviços Públicos (Seosp). O teste de estanqueidade consiste no processo de checar se há ou não vazamento de água, por meio do preenchimento do tanque ou sistema de impermeabilização com água. O procedimento acontece durante a interligação da ETA nova com a ETA já existente, através da ligação com tubulação de ferro fundido de 800 mm.

Uma manobra que exige cautela para garantir a qualidade dos trabalhos e evitar vazamentos após a fixação. A execução da ampliação do sistema de abastecimento de água que inclui a implantação da nova ETA está orçada em mais de R$ 60 milhões (sessenta milhões de reais), recurso oriundo do governo federal, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) com contrapartida do governo do estado.

De acordo com a coordenadora do PAC/Seosp, Graciele Dummer, após a finalização desta etapa e decorrido o tempo de cura do concreto, será possível realizar o primeiro ligamento e condução de água para a ETA Nova, possibilitando a realização do teste de estanqueidade na calha parshall, no floculador, no decantador e no filtro, que fazem parte da estrutura da ETA.

“Com a conclusão desse teste, utilizando a mesma água, também será possível realizar o teste de estanqueidade no adensador e na unidade de tratamento de resíduos. A interligação entre as duas ETAs está prevista no projeto, após a execução da recuperação da ETA existente. É um trabalho que requer todo cuidado, para que tudo ocorra conforme o planejamento. Nosso propósito é levar o melhor para a nossa Capital, com água tratada e sem intermitência”, explicou, Graciele.

A interligação ocorreu por meio da ligação com tubulação de ferro fundido de 800 mm

Segundo o secretário da Seosp, Elias Rezende, a fiscalização durante a execução da obra, preza pela qualidade técnica da instalação, eficiência na execução dos trabalhos, preocupação com a segurança e a mobilidade dos moradores da região.

“Com a continuidade dessas obras de ampliação e melhoria do Sistema de Abastecimento da Cidade de Porto Velho, o objetivo é oferecer um serviço que melhore a qualidade de vida dos moradores de Porto Velho”, ressaltou Elias.

Nenhum comentário