728

Oferta de 140 vagas de cursos profissionalizantes é direcionada aos reeducandos

Share:

Os cursos estão sendo ofertados para reeducandos das unidade prisionais femininas e masculinas

Porto Velho, RO - A Secretaria de Estado da Justiça (Sejus), em parceria com Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), inicia o ano, ofertando 140 vagas de cursos profissionalizantes para pessoas privadas de liberdade, em vários municípios do Estado.

Os cursos foram adquiridos através de recursos do Fundo Penitenciário (Fupem) e estão sendo organizados pela Gerência de Reinserção Social (Geres). De acordo com o cronograma, possuem duração de 160 horas e será finalizado com uma avaliação aplicada pelos coordenadores do Senai.

As vagas foram preenchidas por reeducandos dos regimes fechado, aberto e condicional dos municípios de Colorado do Oeste, Jaru e Porto Velho, referentes aos cursos:

  • Assistente administrativo,
  • Construtor de alvenaria,
  • Costura e modelagem,
  • Eletricista instalador predial de baixa tensão,
  • Mecânico de refrigeração residencial, e
  • Pintor de obras imobiliárias.

A chefe do Núcleo de Educação à Pessoa Privada de Liberdade (Nuedu), Monique Mesquita enfatizou que, “uma das metas do Governo, é aumentar os índices educacionais dentro das unidades prisionais, tendo em vista, que, a Educação é um dos pilares da ressocialização”, evidenciou.

Para o secretário da Sejus, Marcus Rito, o investimento na Educação, independente do contexto que ela é aplicada, é fundamental. “Neste caso, a Educação é referência no que tange ao processo estrutural para atender às necessidades dos reeducandos e buscarem um novo objetivo de vida”, frisou.

Nenhum comentário