728

Mais de 3 toneladas de tampinhas arrecadadas na 1ª primeira prova da Gincana do Judiciário

Share:

Arrecadação mobilizou equipes dentro e fora do TJRO e demonstra solidariedade e consciência ambiental

Porto Velho, RO - Na manhã desta terça-feira, 24 de outubro, a Secretaria de Gestão de Pessoas do Tribunal de Justiça de Rondônia divulgou, através do Boletim 003, o resultado da primeira prova prévia da Gincana do Judiciário 2023.

A competição teve como desafio a arrecadação de tampinhas plásticas, e os números impressionam: mais de 3,6 toneladas do material foram coletadas, beneficiando diretamente a Associação de Voluntária de Combate ao Câncer (AVCC). O documento detalha a quantidade em quilos arrecadados por cada equipe e os pontos conquistados.

Segundo a psicóloga da Divisão de Saúde do TJRO, Iuna Sapia, que faz parte da organização da Gincana, além do aspecto competitivo, a prova transcendeu os muros do Judiciário, reforçando valores essenciais como empatia e solidariedade. “Instituições, ao promoverem iniciativas assim, demonstram que a responsabilidade social e a consciência coletiva são pilares fundamentais na construção de um ambiente mais humanizado e com qualidade de vida no trabalho”, afirmou .

Além disso, a questão ambiental foi destacada. Ao retirar mais de 3,6 toneladas de tampinhas plásticas do meio ambiente, o Judiciário contribuiu significativamente para a redução de resíduos e impactos ecológicos. Com expectativas elevadas, todos aguardam agora a próxima prova: a entrega de alimentos não perecíveis, reforçando o compromisso do Tribunal de Justiça de Rondônia com a sociedade.

O engajamento na Gincana do Judiciário vai além de simples competições entre equipes; é uma manifestação clara da consciência coletiva e do desejo de contribuir para um mundo melhor. Segundo Dayse Borges, presidente da Associação, as tampinhas são vendidas para uma loja de reciclagem.

Os recursos oriundos são destinados para vários tipos de atividades, como a compra de cestas básicas, medicamentos, roupas, enfim, para dar toda a assistência material para os pacientes em tratamento. “Também precisamos manter as despesas de manutenção da nossa sede e esses recursos são igualmente utilizados para essa finalidade”, afirmou a presidente.

De acordo com Dayse, o atendimento é feito na casa de apoio, no Hospital de Amor da Amazônia e outros locais, oportunidade em que são desenvolvidas várias atividades, com oficinas de artesanatos, rodas de conversas com profissionais multidisciplinares, distribuição de alimentos e realização de eventos, como forma de lidar com o tempo e dar a atenção necessária neste momento de dificuldade.

Com essa primeira prova, o Tribunal de Justiça de Rondônia não apenas incentivou a cultura de solidariedade entre seus membros, mas também inspirou toda a comunidade a refletir sobre o papel de cada indivíduo na construção de uma sociedade mais justa e sustentável. A expectativa é que, com a próxima etapa focada na arrecadação de alimentos, cuja entrega ocorrerá nesta quinta-feira, 26, em Porto Velho e nas comarcas, o espírito de coletividade se fortaleça ainda mais, consolidando a Gincana como um evento de impacto positivo em múltiplas esferas da sociedade.




















Assessoria de Comunicação Institucional TJ/RO

Nenhum comentário