728

“Operação Verde Rondônia” combateu mais de mil focos de incêndios por todo o Estado em 2023

Share:

A operação teve início neste mês de agosto e o encerramento será no mês de novembro, no início do período de inverno

Porto Velho, RO - Para reduzir os risco de desastres relacionados à incêndios florestais e consequências ao meio ambiente, teve início a “Operação Verde Rondônia”, que conta com ações do Governo do Estado, por meio do Corpo de Bombeiros Militar de Rondônia – CBMRO, com o apoio direto da Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania – Sesdec e da Polícia Militar de Rondônia – PMRO, que estão atuando em equipes nas áreas de Porto Velho e do interior de Rondônia.

A “Operação Verde Rondônia” integra a operação “Guardiões do Bioma”, do Ministério da Justiça e Segurança Pública – MJSP, do Governo Federal, na prevenção, repressão e investigação de casos relacionados à queimadas e outros crimes ambientais, principalmente na Amazônia, Cerrado e Pantanal. O foco de atuação acontece em todos os estados do país, que neste período, sofrem com as queimadas, sejam elas naturais ou causadas pelo homem, por meio de atividades que levam a destruição da fauna e flora.

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar de Rondônia, Nivaldo de Azevedo Ferreira salientou que, a proposta da Operação é orientar, fiscalizar e agir para conter o avanço das queimadas florestais no Estado. “A operação abrange ações de educação e orientação, que vão desde a cidade até o campo, levando informações sobre a importância e meios de proteção ambiental, além dos danos que as queimadas provocam”, frisou.

Sobre a “Operação Verde Rondônia”, o governador Marcos Rocha ressaltou que, o intuito é conter os focos de incêndio no Estado, pois “justamente no período do verão amazônico, as pessoas sofrem com doenças respiratórias por conta da fumaça causada pelas queimadas, animais em seu habitat natural também acabam sendo atingidos pelo fogo. Portanto, o objetivo é orientar a população e manter as equipes mobilizadas para conter os focos de incêndios pelo Estado”.

LOCAIS DE ATUAÇÃO

A ação conta com o apoio de militares, viaturas, aeronaves e equipamentos que estão em fase de implementação nas Brigadas de Proteção contra Incêndio Florestal – BPCIF. As equipes estão concentradas em localidades que, juntas, detém o maior número de focos de calor em Rondônia, sendo: Linha 28, em Nova Mamoré; distrito de União Bandeirantes, em Porto Velho; Vila de Samuel, em Candeias do Jamari; Cujubim; Campo Novo de Rondônia; Seringueiras e Alta Floresta d’Oeste.

Cada uma das sete bases avançadas é composta por seis bombeiros militares e quatro policiais militares. Serão utilizadas viaturas operacionais do Corpo de Bombeiros, dentre caminhonetes, caminhões de combate a incêndio florestal e aeronaves.

COMPARATIVOS

A operação, que é realizada a partir do mês de agosto no período de seca, até meados de novembro, quando tem início o inverno, apresenta comparativos com resultados importantes durante as ações realizadas até o momento. Em 2022, foram combatidos 1.648 eventos de fogos; 1.076 prevenções realizadas; 98 capturas/solturas de animais; 25 animais mortos.

Além disso, houve 295 ações de prevenções e 631 focos de incêndios combatidos em todo o Estado. Já neste ano, desde o início da operação, foram 1.163 eventos de fogos combatidos; 2.556 prevenções realizadas; 105 capturas/solturas de animais; 20 animais mortos. Também foram realizadas 884 prevenções e 660 focos de incêndios combatidos pelas equipes.

EVENTOS DE FOGOS E PREVENÇÃO

Ainda de acordo com dados do Corpo de Bombeiros Militar de Rondônia, que incluem o ano de 2021, os números são:

2021

2022

2023

 

PREVENÇÕES REALIZADAS

 

340

420693
 

FOGOS COMBATIDOS

 
1.9801.752

806



Nenhum comentário