728

MEMÓRIA - Biblioteca Francisco Meirelles oferece acervo com história da EFMM para consulta e pesquisa

Share:

Tema é recorrente em concursos públicos, trabalhos escolares e de pesquisadores


Com um acervo de cerca de 60 mil exemplares, a Biblioteca Municipal Francisco Meirelles oferece uma variedade de títulos, desde temas acadêmicos a romances e literatura infantojuvenil. E, dentre esse vasto material, tem destaque a presença de obras que contam a história da construção e funcionamento da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré (EFMM), que neste 1º de agosto comemora 111 anos.

Obra de Marco Santilli publicada em 1988 é um exemplar único no acervoObra de Marco Santilli publicada em 1988 é um exemplar único no acervo

"Aqui, disponibilizamos para consulta e pesquisa várias obras importantes que retratam a saga da EFMM em todos os seus aspectos. A maioria é de autores regionais, com grande valor para a difusão de nossa história e de nossa identidade. Destaco ainda a obra do Marco Santilli, Madeira-Mamoré: Imagens e Memórias, de 1988, um exemplar único e muito rico em informações e imagens", informou o diretor da Biblioteca, Carlos Augusto.

Mas, relacionadas diretamente ao tema, duas obras são as mais buscadas, especialmente por quem faz concurso público: o História Regional (Rondônia), de Marco Antônio Domingues Teixeira e Dante Ribeiro da Fonseca, e História e Geografia de Rondônia, de Emmanuel Gomes. Os dois estão disponíveis apenas para consultas no local. Há ainda algumas obras ilustradas para as crianças, contando um pouco da história da lendária EFMM. Também existem obras em arquivos em vídeo, que podem ser acessadas.

Há também obras ilustradas para crianças contando a história da EFMMHá também obras ilustradas para crianças contando a história da EFMM

A Biblioteca possui sala infantil, espaço dedicado aos deficientes visuais, com obras em braile e opções como a TV com lupa eletrônica e o uso de óculos Orcam, que permitem uma série de ações e informações.

"Desde que retomou a sua atividade, em julho do ano passado, a Biblioteca Francisco Meirelles já emprestou mais de 3 mil exemplares e ofertou milhares de obras para consulta no local. Estamos de portas abertas para estudantes, professores, pesquisadores e a toda a população, que podem desfrutar desse espaço de leitura, conhecimento e pesquisa", completou Carlos Augusto.

FUNCIONAMENTO

A Biblioteca Municipal Francisco Meirelles funciona de segunda à sexta-feira, das 8h às 22h, sem intervalos, e está situada à rua Dom Pedro II, 826, no Centro. Para se cadastrar, o interessado deve levar documento com foto e comprovante de residência. Parte do acervo geral está disponível apenas para consulta no local, mas a maioria é disponibilizada para empréstimos.
Também há uma extensão da Biblioteca que funciona na Praça CEU, na zona Leste de Porto Velho.

Texto: Eranildo Costa Luna Foto: Leandro Morais


Nenhum comentário