728

ALEITAMENTO MATERNO - Semusa reforça a importância da amamentação para o desenvolvimento dos bebês

Share:

Agosto Dourado é o mês de conscientização sobre a importância do leite materno na vida dos bebês


Leite materno reduz riscos de diabetes, hipertensão e outras doenças

O aleitamento materno é de suma importância para a promoção da saúde da criança. O leite humano é a forma de proteção que melhor previne a mortalidade infantil, pois além de alimentar o bebê, possui anticorpos que o protegem contra diversas doenças, como diarréia, infecções respiratórias e alergias.

Segundo o Ministério da Saúde, o leite materno reduz o risco de diabetes, hipertensão, hipercolesterolemia e obesidade na vida adulta, além de ser um excelente exercício para o desenvolvimento da face da criança, como os dentes, a fala e a respiração.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) realiza diversas estratégias que buscam garantir e apoiar o aleitamento materno, desde os primeiros dias de vida do bebê até os dois anos ou mais, e reforça que o alimento deve ser exclusivo nos primeiros seis meses de vida. Além disso, a rede de saúde municipal investe no cuidado infantil por meio do Núcleo de Saúde da Criança, que oferece atenção integral para o crescimento e desenvolvimento dos pequenos e a prevenção de doenças na infância e adolescência.

Lidiane Cavalcante, médica pediatra da Semusa, enfatiza que o ato de amamentar fortalece o vínculo entre a mãe e o bebê, e por isso os benefícios são inúmeros não só para a saúde da mulher como também para a de seu filho.

Semana mundial da amamentação acontece do dia 1º ao dia 7 deste mêsSemana mundial da amamentação acontece do dia 1º ao dia 7 deste mês

“O leite materno é uma fonte rica em proteínas, açúcar, vitaminas e minerais, além de ser importante para a saúde da criança, a amamentação também traz benefícios para a mulher, como a redução do risco de desenvolver câncer de mama, ovário, endométrio, doenças cardiovasculares e osteoporose”, afirma a médica.

AGOSTO DOURADO

O Agosto Dourado, é o mês de conscientização sobre a importância da amamentação na vida e desenvolvimento dos bebês. A campanha foi criada em 1992 pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). A semana mundial da amamentação acontece do dia 1º até 7 de agosto.

Em Porto Velho, a rede municipal de saúde realiza ações de conscientização e promoção do leite materno, durante todo o mês, com palestras, cursos e eventos voltados para a mobilização do aleitamento materno focada na sobrevivência, proteção e desenvolvimento da criança.

A subgerente do Núcleo de Saúde da Criança e do Adolescente da Semusa, Rosimari de Souza Garcia Carvalho, ressalta como a campanha contribui positivamente para a promoção do aleitamento materno e a importância de conscientizar a população.

“A campanha é um momento de relembrar a relevância que o leite humano proporciona para a qualidade de vida do bebê, desde seu nascimento, garantindo uma segurança alimentar, nutricional e proteção imunológica ao recém-nascido. Além disso, para que os benefícios da amamentação sejam conhecidos, é preciso que a população tome consciência do assunto. Por isso, trabalhamos efetivamente para instituir ações com esta temática”, destaca Rosimari.

Coleta tem a missão de distribuir leite humano de qualidade para recém-nascidos de baixo pesoColeta tem a missão de distribuir leite humano de qualidade para recém-nascidos de baixo peso

DOAÇÃO DE POTE

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), cerca de 6 milhões de vidas são salvas anualmente por causa do aumento das taxas de amamentação.

Para promover e garantir a promoção do aleitamento materno, a Semusa, através do departamento de atenção básica (DAB), realiza a campanha "Doe vidro, Doe vida", um ato de solidariedade que ajuda na diminuição da mortalidade infantil.

A iniciativa tem a missão de coletar os potes para a distribuição do leite humano com qualidade para os recém-nascidos de baixo peso que estão internados e não podem ser amamentados pelas próprias mães.

Os frascos apropriados para o armazenamento do leite humano, são os frascos de vidro com tampas de plástico, como o de café solúvel, por exemplo. Os potes com tampas de metal não são adequados, uma vez que, com o passar do tempo, o metal enferruja e solta verniz, podendo contaminar o leite.

Quem deseja realizar a doação de pote, pode procurar as unidades básicas do município, que funcionam de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, ou buscar ainda a sede da Semusa, localizada na av. Campos Sales, n° 2283, Centro, cujo funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h.

Texto: Jainni Victória (com supervisão de Taís Botelho) Foto: SMC

Nenhum comentário