728

Programa Rondônia Cidadã e atendimento médico do POC Itinerante são solicitados para Chupinguaia

Share:

Deputada Cláudia de Jesus quer uma força-tarefa do estado no município

Porto Velho, RO - Para garantir que as famílias que vivem no interior de Rondônia tenham acesso aos serviços básicos, inclusive na área da saúde, a deputada estadual Cláudia de Jesus (PT) solicitou ao governo do Estado a implementação dos programas "Rondônia Cidadã" e "POC Itinerante" no município de Chupinguaia. Essas iniciativas têm como objetivo proporcionar de forma rápida e acessível o acesso aos serviços básicos nas áreas sociais, educacionais, de segurança e saúde.

Isso inclui consultas com especialistas da Policlínica Oswaldo Cruz (POC), levando o atendimento médico diretamente para o município. A proposta visa garantir que todos os cidadãos tenham a oportunidade de usufruir dos serviços públicos essenciais.

Para a deputada, a iniciativa reflete a preocupação do governo em reduzir as desigualdades regionais e melhorar a qualidade de vida de todos os habitantes do estado de Rondônia. "Os programas vão proporcionar uma maior disponibilidade de serviços públicos fundamentais, garantindo o pleno exercício dos direitos dos cidadãos.

Uma força-tarefa composta por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e pessoal de apoio da Policlínica Oswaldo Cruz poderia ser formada para levar atendimentos em todas as especialidades oferecidas em Porto Velho para Chupinguaia", explicou Cláudia de Jesus. Essa ação também foi encaminhada à Secretaria de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas) e à Secretaria de Estado de Saúde (Sesau).

O POC Itinerante tem como estratégia encurtar a distância entre os pacientes e o atendimento médico, além de diminuir os custos das prefeituras com transporte, alimentação e hospedagem de pacientes encaminhados para tratamento em Porto Velho. Essa ação do governo de Rondônia, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), possui um alcance social significativo, considerando as dificuldades enfrentadas pelos pacientes ao percorrerem longas distâncias em busca de atendimento especializado.

Texto: Cristiane Lopes - Assessoria parlamentar
Foto: Fabricia Lopes - Assessoria parlamentar

Nenhum comentário