728

CONSCIENTIZAÇÃO - Ação de combate ao trabalho infantil acontece em bares de Porto Velho

Share:

Abordagem orientou empresários a não permitirem o trabalho de crianças e adolescentes nos estabelecimentos noturnos 


As empresas foram orientadas quanto ao dever de todos, governo e sociedade, de protegerem as crianças de todas as formas de exploração

A Coordenação de Prevenção ao Trabalho Infantil (CPTI), vinculado ao Serviço Especializado de Abordagem Social (Seas) da Secretaria Municipal de Assistência Social e da Família (Semasf), realizou na última sexta-feira (16) uma abordagem em bares da capital orientando empresários para que não permitam o trabalho de crianças e adolescentes nos estabelecimentos. Caso necessário, a equipe orientou ainda que os órgãos competentes sejam acionados. A ação contou com a parceria dos Conselhos Tutelares e o Ministério do Emprego e Trabalho/RO.

Na abordagem, a auditora fiscal do Ministério do Trabalho e Emprego/RO, Marcia Harue Lobo, orientou quanto à proibição do trabalho infantil e adolescentes em bares, bem como a importância de não permitir que crianças e adolescentes adentrem nos seus estabelecimentos para efetuarem trabalhos, seja de qualquer natureza, podendo ser responsabilizados. Além disso, foram orientados quanto ao dever de todos, governo e sociedade, protegerem as crianças de todas as formas de exploração.

Ação contou com a parceria dos Conselhos Tutelares e o Ministério do Emprego e Trabalho/ROAção contou com a parceria dos Conselhos Tutelares e o Ministério do Emprego e Trabalho/RO

"Muitos empresários e comerciantes desconheciam sobre permitir a entrada de crianças e adolescentes em bares e consideraram positiva a campanha", disse a coordenadora Ane Caroline Galvão.

O secretário da Semasf, Claudi Rocha, disse que a secretaria, junto com vários órgãos, tem buscado ações integradas de combate e enfrentamento ao trabalho infantil, para fazer a sociedade refletir sobre a situação, chamando atenção para a proteção à infância, e reforçando o tema da campanha em 2023: “Proteger a infância é potencializar o futuro de crianças e adolescentes. Chega junto para acabar com o trabalho infantil”.

Texto: Semasf Fotos: Semasf

Nenhum comentário