728

Baixa procura por vacinação de bebês faz município mudar estratégia de imunização

Share:


O objetivo é imunizar maior número de crianças entre 6 meses e menores de três anos
 

Cada frasco contém dez doses com validade de até 12 horas após aberto

Devido a baixíssima procura pela vacina contra a covid-19 em bebês a partir de seis meses a menores de três anos, a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) vai mudar a estratégia de vacinação deste a partir da próxima segunda-feira (19). O objetivo é evitar o desperdício de vacinas que vem ocorrendo na rede municipal de saúde.

De acordo com informação da Divisão de Imunização da Semusa, doses estão sendo descartadas diariamente por falta de público para vacinar. Cada frasco contém dez doses com validade de até 12 horas após aberto.

A gerente da Divisão de Imunização, Elizeth Gomes, explica que a baixa procura pelo imunizante tem causado preocupações. “A gente tem vivido um dilema diário de abrir ou não um frasco com dez doses para vacinar uma única criança que procura a unidade. A gente não permite que essa criança saia da unidade sem ser vacinada, por outro lado sabemos que infelizmente a sobra do frasco será descarada”.

Visando contornar essa dificuldade, a nova estratégia encontrada pela Semusa é centralizar a livre demanda pela vacinação em unidades localizadas em pontos estratégicos em dias específicos. Além disso, os agentes comunitários de saúde vão realizar a busca ativa deste público em suas áreas de atuação e realizar o agendamento de acordo com o estoque de vacinas da unidade.

“Reduzindo o número de unidades e determinando os dias específicos para a vacinação, a gente pretende vacinar mais e diminuir a sobra da livre demanda. Quanto aos agendamentos, esses serão feitos pelos agentes de saúde levando em consideração o aproveitamento de cada dose nos frascos de vacina”, explica Elizeth Gomes.

BAIXA COBERTURA

A vacinação de bebês a partir de seis meses a menores de três anos foi iniciada em Porto Velho em 18 de novembro. Até agora, somente 284 crianças nesta faixa etária foram imunizadas, de acordo com os dados do Localiza SUS, plataforma de dados estratégicos do Ministério da Saúde.

A cobertura vacinal contra a covid-19 em crianças de 3 e 4 anos também está baixa. São 2.050 vacinados, conforme dados oficiais.

SANTO ANTÔNIO E VILA PRINCESA

Moradores da área de cobertura das unidades de saúde de Santo Antônio e Vila Princesa precisam realizar o agendamento na própria unidade, das 8h às 12h.

Veja como ficará a vacinação de bebês a partir de seis meses a menores de três anos a partir do dia 19 de dezembro:

Luciane Gonçalves
Foto: Leandro Morais

Nenhum comentário