Mais de 20 milhões já entregaram Imposto de Renda a menos de um mês do fim do prazo - RONDONIA 319

728

Mais de 20 milhões já entregaram Imposto de Renda a menos de um mês do fim do prazo

Share:

O prazo de envio da declaração começou em 15 de março e vai até 31 de maio. Quem atrasar terá de pagar uma multa mínima de R$ 165,74, que pode chegar a 20% do imposto devido

Porto Velho, RO - A menos de um mês para o fim do prazo de envio, mais de 20 milhões já entregaram o Imposto de Renda 2024. A marca foi atingida nesta quarta-feira (1°), de acordo com dados divulgados pela Receita Federal.

O prazo de envio da declaração começou em 15 de março e vai até 31 de maio. Quem atrasar terá de pagar uma multa mínima de R$ 165,74, que pode chegar a 20% do imposto devido.

Até às 16h desta quarta, o fisco recebeu 20.173.843 documentos. A expectativa do órgão é que mais de 43 milhões entreguem a declaração, portanto menos de 50% já enviaram os seus dados.

A Receita divulgou que 73,6% dos contribuintes receberão restituição e 14,9% terão de pagar imposto. Já 11,5% não terão valor de volta nem vão desembolsar mais.

A declaração pré-preenchida foi usada por 40,8% e a média de idade de quem entregou é de 46 anos. Os homens são 57,8% dos contribuintes que entregaram a declaração, e as mulheres somam 42,2%.

O uso do programa instalado no computador ainda é a forma mais utilizada, com 79,2%. A declaração com os dados na nuvem, através do e-CAC (Centro de Atendimento Virtual), foi feita por 11,7%, e 9,1% optaram pelo aplicativo no celular ou tablet.

São Paulo continua sendo o estado com mais declarações, com 6.264.421, seguido por Minas Gerais (1.874.304), Rio de Janeiro (1.753.351), Rio Grande do Sul (1.329.316) e Paraná (1.235.643).

Já o estado de Roraima é o único que ainda não superou 50 mil declarações, ao totalizar 49.756. Amapá, com 61.640, e Acre, com 66.201, completam os outros estados com menos dados enviados ao fisco.

O contribuinte que estiver interessado em entrar no primeiro lote de restituição do IR deve entregar a sua declaração até o próximo domingo (5), quando a Receita separará os contribuintes que farão parte deste grupo.

A tendência é que apenas quem está na lista de prioridades deverá compor o primeiro lote. No ano passado, os contribuintes sem prioridade só entraram a partir da terceira relação de restituição.

Veja abaixo qual é a ordem:

Idosos com 80 anos ou mais
Idosos com 60 anos ou mais, e pessoa com deficiência e/ou doença grave
Contribuintes cuja maior fonte de renda é o magistério
Contribuintes que usaram a declaração pré-preenchida e/ou optaram por receber a restituição por Pix
Demais contribuintes
Entre as pessoas que estão no mesmo grupo de beneficiados, o desempate é feito pela data de entrega.

Fonte: Notícias ao Minuto

Nenhum comentário