Chuvas no RS: Governador Marcos Rocha envia equipe de especialistas e aeronave para ajudar no resgate - RONDONIA 319

728

Chuvas no RS: Governador Marcos Rocha envia equipe de especialistas e aeronave para ajudar no resgate

Share:

Estamos fazendo tudo o que está ao nosso alcance para ajudar o Rio Grande do Sul. Nossa equipe está pronta para atuar em qualquer situação e ajudar a salvar vidas”, ressaltou o Governador de Rondônia

Porto Velho, RO - Diante da devastação causada pelas fortes chuvas no Rio Grande do Sul, o Governador de Rondônia, Marcos Rocha, se solidariza com o Estado gaúcho e envia uma força-tarefa especializada para auxiliar nos trabalhos de resgate e assistência às vítimas.

"Neste momento de profunda dor e sofrimento para as famílias gaúchas, Rondônia se une ao Rio Grande do Sul para salvar vidas", declarou o Governador Marcos Rocha. "Não mediremos esforços para ajudar o povo gaúcho a superar essa tragédia”, garantiu.

A força-tarefa, composta por 21 bombeiros militares especialistas em salvamento terrestre e aquático, dois médicos especialistas em urgência e emergência da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) e dois cães farejadores treinados para missões de busca e salvamento, parte na manhã desta segunda-feira, 6. O grupo se reúne em Vilhena de onde saem rumo ao Sul.

Além da equipe especializada, o Governo de Rondônia também colocou à disposição do Rio Grande do Sul uma aeronave modelo Caravan, quatro viaturas de salvamento e diversos materiais e equipamentos.

"Estamos fazendo tudo o que está ao nosso alcance para ajudar o Rio Grande do Sul. Nossa equipe está pronta para atuar em qualquer situação e ajudar a salvar vidas”, ressaltou o Governador de Rondônia.

De acordo com a Defesa Civil do Rio Grande do Sul, em boletim divulgado neste domingo, 75 mortes foram confirmadas em decorrência das chuvas, enquanto outros seis óbitos estão em investigação para saber a relação com a tragédia. Até a conclusão do relatório, 103 pessoas estavam desaparecidas e 155 feridas.

Pelo menos 107 mil pessoas estão desabrigadas, sendo que deste total 16.6 mil estão em abrigos e 88 mil desalojadas, recebendo abrigo em casas de amigos ou familiares. 334 dos 496 municípios gaúchos registram algum tipo de problema por causa das chuvas. Pelo menos 780 mil pessoas foram afetadas diretamente pelo desastre climático.


Texto e fotos: Assessoria

Nenhum comentário