Rondônia tem como referência Central de Libras que facilita acesso aos serviços públicos - RONDONIA 319

728

Rondônia tem como referência Central de Libras que facilita acesso aos serviços públicos

Share:

Central de Libras facilita a comunicação e o acesso aos serviços com a tradução de forma simultânea, por vídeo

Porto Velho, RO - Os 22 anos de instituição do Dia Nacional da Libras, a Linguagem Brasileira de Sinais, comemorados nesta quarta-feira (24), têm como referência em Rondônia, a Central de Libras, inaugurada em Porto Velho, pelo Governo do Estado, no dia 29 de março de 2023, como uma das políticas públicas voltadas às pessoas com deficiência auditiva.

Com um ano de funcionamento, em 32 serviços de utilidade pública e de emergência, como o Corpo de Bombeiros Militar de Rondônia (CBMRO), Polícia Militar do Estado de Rondônia (PMRO), Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), entre outros, a Central de Libras garante acessibilidade aos serviços públicos durante 24 horas, por dia, na modalidade remota.

De iniciativa da Secretaria da Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas), a Central de Libras proporciona serviços à comunidade surda. Instituída pela Lei Nacional 10.436, de 24 de abril de 2002, a Libras é reconhecida mundialmente como meio legítimo de comunicação e expressão, representando um importante referencial para a comunidade surda em todo o país.

Para o governador de Rondônia, Marcos Rocha, a Linguagem Brasileira de Sinais é um passo relevante que oportuniza à pessoa surda, o desenvolvimento integral de todas as suas possibilidades cognitivas, afetivas e emocionais, bem como garantindo sua inclusão e integração na sociedade. “Inúmeros avanços ocorreram no país com relação à acessibilidade, e em Rondônia particularmente podemos citar a Central de Libras, que tem como objetivo facilitar o acesso das pessoas com deficiência auditiva aos serviços públicos, com o uso da Língua Brasileira de Sinais”, salientou.

A titular da Seas, Luana Rocha ressalta que a Central de Libras de Rondônia reafirma as ações e investimentos do governo com a promoção e a garantia dos direitos da pessoa com deficiência. “A Central, assim como também a implantação e implementação de programas e projetos que otimizam as Políticas Públicas destinadas a esse público e a todas as pessoas em situação de vulnerabilidade, são avanços em direção para uma sociedade mais inclusiva”, afirmou.

MEDIAÇÃO

A Central de Libras de Rondônia funciona com pontos de atendimentos presenciais onde a tradução ocorre de forma simultânea, por vídeo, para estabelecer a comunicação entre a pessoa surda e a instituição que presta o serviço. “A mediação desta tradução acontece remotamente através de um intérprete profissional de Libras”, reforçou a secretária.

Já no atendimento virtual de emergência na Polícia Militar do Estado de Rondônia, Corpo de Bombeiros Militar de Rondônia (CBMRO) e Samu, os usuários com deficiência auditiva podem acionar a intermediação por intérprete, através do aplicativo ICOM, disponível, gratuitamente, para celulares e tablets Android ou iOS.

A proposta do governo estadual é expandir esse serviço, gradativamente, para os demais municípios rondonienses.

Nenhum comentário