Governador Marcos Rocha recebe secretários de justiça e apresenta resultados em projetos de ressocialização - RONDONIA 319

728

Governador Marcos Rocha recebe secretários de justiça e apresenta resultados em projetos de ressocialização

Share:


Porto Velho, RO - O governador de Rondônia, Marcos Rocha recebe nesta quarta-feira (24) e quinta-feira (25) todos os titulares estaduais brasileiros das Secretarias de Estado da Justiça, Cidadania, Direitos Humanos e Administração Penitenciária.

O grupo compõe o Conselho Nacional de Secretários de Estado da Administração (Consad) e vieram a Rondônia para debater assuntos relacionados às secretarias de justiça, o direcionamento setorial, e eleger a nova diretoria e conhecer de perto as políticas públicas desenvolvidas no Estado, que se tornaram referência nacional diante da eficiência e bons resultados colhidos ao longo da gestão do governador.

Marcos Rocha, que já esteve à frente da Secretaria de Estado da (Sejus) é ex-membro do Consad e conhece muito bem a importância da reunião deste colegiado em solo rondoniense: “Nós investimos em na estruturação profissional e na geração de oportunidades para que as pessoas privadas de liberdade consigam vencer esta fase e encontrar novos caminhos em suas vidas.

Mostrar este trabalho ao Brasil é de suma importância para reduzirmos os índices de violência, melhorar a vida das famílias que passam por esta situação e acima de tudo gerar mais cidadania em nossa sociedade”, ressaltou.

Foi na gestão de Marcos Rocha que o número de presos trabalhando em Rondônia aumentou exponencialmente. “A ressocialização se dá por meio de alternativas para que as pessoas possam seguir com suas vidas. O trabalho é uma delas. Hoje temos diversas frentes de trabalho com mão de obra reeducanda na maioria dos municípios do Estado, inclusive desenvolvendo projetos ambientais que são de suma importância para a Região Norte”, destacou o governador.

Elencando o trabalho desenvolvido no Estado, Marcos Rocha pontuou a criação da Polícia Penal (categoria até então chamada de agente penitenciário), que se tornou mais uma força de combate ao crime, bem como a compra do primeiro lote de armamentos e equipamentos de proteção individual da história da secretaria.

“Até então, os agentes que hoje são policiais penais utilizavam armamentos doados por outras forças de segurança. Hoje eles estão com equipamentos e veículos novos. O Governo do Estado tem garantido as condições necessárias para que eles possam realizar o trabalho de forma eficiente”, relembra.


Texto e fotos: Assessoria

Nenhum comentário