Com o melhor cacau do Brasil, Governo de RO lança oficialmente o início da colheita no Estado - RONDONIA 319

728

Com o melhor cacau do Brasil, Governo de RO lança oficialmente o início da colheita no Estado

Share:

Os produtores se reuniram para celebrar o início da colheita do cacau em Rondônia

Porto Velho, RO - Mais de 300 agricultores familiares, cacauicultores, entusiastas da cadeia produtiva do cacau e autoridades do Governo se reuniram em Jaru, para celebrar o início da colheita do cacau em Rondônia. O clima de seca extrema nos países produtores da África, fez com que os preços mundiais do cacau atingissem patamares nunca vistos, em relação ao final de 2022.

Isso traz otimismo aos produtores, especialmente para os rondonienses, que se destacaram nos concursos nacionais de melhor amêndoa de cacau especial, em 2022 e 2023, além de conquistarem o selo de Indicação Geográfica (IG) – cacau de Rondônia.

O governador de Rondônia, Marcos Rocha sancionou a Lei n° 4.526 em 2019, estabelecendo o dia 13 de abril, como a data oficial para o início da colheita do cacau em Rondônia, visando incentivar práticas sustentáveis na produção cacaueira do Estado.

“Reafirmamos o compromisso com os cacauicultores do Estado, promovendo o crescimento das lavouras e incentivo contínuo, com a introdução de clones mais resistentes e produtivos; provenientes da Bahia, impulsionando assim, a produção local, e adaptados às condições climáticas e de solo rondonienses”, salientou.

PALESTRAS E DEMONSTRAÇÕES

O município de Jaru é o maior produtor de cacau de Rondônia

A solenidade oficial de lançamento da colheita aconteceu na propriedade do cacauicultor Gilmar Lucio da Silva, em Jaru. Durante o dia foram realizadas palestras e demonstrações técnicas sobre o manejo da cultura, com visita à lavoura cacaueira. O município de Jaru foi escolhido por ser o maior produtor de cacau em Rondônia, com produtividade média de 900 kg por hectare e o título de capital do Cacau.

A recuperação da cultura do cacau em Rondônia teve início com os incentivos do Governo Estadual, como a distribuição de 600 mil mudas de cacau clonal, pelo Programa Plante Mais. Atualmente, a lavoura cacaueira recebe assistência técnica da Emater-RO, impulsionando a produção local. “A ideia era formar clones de cacau de alta tecnologia e geneticamente melhorado, de fácil adaptabilidade ao solo e clima rondoniense”, explicou o diretor presidente da Autarquia, Luciano Brandão.

Com a colheita do cacau em pleno vapor, Rondônia se destaca como um polo promissor na produção cacaueira nacional, trazendo benefícios econômicos e sociais à região.

Nenhum comentário