728

Ciclo de palestras sobre alternativas penais e participação social é realizado no MPRO

Share:

(Res)socialização em pauta no MPRO

Porto Velho, RO - O Ministério Público do Estado de Rondônia (MPRO) é palco, na manhã e tarde desta terça-feira (12/3), do 8º Encontro com a Rede Parceira da Vepema: As Alternativas Penais e a Participação Social.

A correta aplicação da pena, a (res)socialização e a inserção na sociedade foram abordados no encontro. As palestras trataram dos princípios e política nacional das alternativas penais, atuação das organizações sociais e serviços de atendimento à pessoa custodiada.

O objetivo do encontro é promover experiências, maior interação e discussão acerca das alternativas penais, almejando a ampliação de conhecimento e a disseminação de boas práticas, no âmbito das penas alternativas.

Além de representantes do Ministério Público de Rondônia (MPRO), o evento contou com a participação de magistrados e servidores do Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia (TJRO), representantes da Defensoria Pública do Estado de Rondônia, Conselhos da Comunidade e estudantes.

A organização e realização do evento ficaram a cargo do Poder Judiciário, da Vara de Execuções das Penas e Medidas Alternativas (Vepema) e da Escola da Magistratura de Rondônia (Emeron).

Membra do Ministério Público de Rondônia (MPRO), a Promotora de Justiça Alessandra Apolinário Garcia parabenizou o Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia pelo evento e agradeceu a presença e o compromisso de todos os presentes. Ela destacou a importância do comprometimento e aperfeiçoamento das instituições para o bom funcionamento do sistema de justiça e reforçou a necessidade de valorizar o papel de cada instituição. “Esse trabalho, já em sua 8ª edição, é de sua maior importância e desejamos que a cada ano consigamos ampliar mais e mais toda essa rede de parceria”, disse.

Os palestrantes foram Valdirene Daufemback, Mayesse Silva Parizi, Felipe Carvalho Ramos, Massimo Araújo de Mesquita e Wilson Gomes de Souza.

A atividade está alinhada ao Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS-16) “Paz, justiça e instituições eficazes”. Signatária do Pacto Global.

Fonte: MP/RO

Nenhum comentário