728

Ampliação dos serviços de reabilitação de pacientes é debatida em encontro na Prefeitura

Share:

Município deve investir em nova unidade e hospital Dream vai aumentar tratamento oferecido

Porto Velho, RO - O prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, debateu na manhã desta terça-feira (06), em seu gabinete, a necessidade de ampliação na oferta dos serviços de reabilitação de pacientes. O encontro reuniu a deputada federal Sílvia Cristina (PL), a secretária municipal de Saúde (Semusa), Eliana Pasini, o secretário Geral de Governo, Fabricio Jurado, a diretora do Departamento de Média e Alta Complexidade (Dmac) da Semusa, Francisca Nery, o coordenador geral de reabilitação do Hospital do Amor, Ângelo Gonçalves, e a coordenadora do Dream Amazônia, Fernanda Chavaglia.

"O município entende que é necessária a expansão e já dispõe de recurso para uma nova unidade de reabilitação. Mas, uma questão que defendemos é a parceria entre o Estado, o município e o hospital Dream, para que haja uma separação por complexidade, ficando definida a responsabilidade de cada um", pontuou o prefeito.

Sílvia Cristina, que foi a responsável por assegurar a implantação do hospital Dream da Amazônia, que trata da reabilitação, disse que a unidade conta com modernos equipamentos e que outros irão chegar. "É a chamada alta complexidade que é atendida pelo hospital de reabilitação, mas que hoje atende casos considerados menores, pela falta ainda de uma estrutura que atenda toda a demanda. Importante que o município vai criar uma nova unidade de reabilitação e fortalecer esse trabalho, com o Estado também atuando nesse propósito", completou a deputada.

Ângelo Gonçalves informou que a direção do Hospital do Amor, que gerencia o Dream Amazônia, tem dedicado atenção especial ao serviço de reabilitação, pois a estrutura que há hoje em Porto Velho é de excelência. "São equipamentos ultramodernos e novos deverão se juntar à estrutura que já temos. É importante dialogar com o Estado e o município para que possamos ter uma ação coordenada, para oferecer um atendimento mais ágil aos pacientes".



Fonte: Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

Nenhum comentário