728

Governo de Rondônia lança mais um programa voltado à erradicação da pobreza com qualificação profissional de famílias vulneráveis

Share:

Programa Vencer foi lançado pelo Governo Estadual com a proposta de capacitar jovens e adultos ao mercado de trabalho

Porto Velho, RO - Com foco na erradicação da pobreza em Rondônia, por meio da inclusão produtiva e geração de emprego e renda, o Governo do Estado lançou nesta terça-feira, no Teatro Guaporé, em Porto Velho, mais um programa de iniciativa da Secretaria da Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas), denominado Vencer.

O intuito do Governo é buscar o fortalecimento e a autonomia dos indivíduos e famílias mais vulneráveis no Estado, inscritas no Cadastro Único (CadÚnico), dando oportunidade de qualificação e capacitação profissional, gratuitamente, aos jovens e adultos a partir dos 18 anos. As inscrições estão abertas até 2 de setembro no Portal do Governo.

Para o governador Marcos Rocha, o novo programa da Seas, que tem como titular a primeira-dama Luana Rocha, consiste em mais um instrumento de inclusão social e produtiva das pessoas em situação de pobreza em Rondônia, ao mesmo tempo que impulsiona o crescimento econômico do Estado e, consequentemente, da região.

“O foco deste programa são as pessoas ou famílias consideradas em situação de pobreza, que estão no Cadastro Único, e poderão vislumbrar oportunidades de mudança de vida através da capacitação profissional, impactando de forma positiva a família como um todo”, explicou o governador, ressaltando a posição privilegiada que Rondônia ocupa atualmente, despontando como o Estado que mais cresce no país, com menor taxa de desemprego (2,3%), nota A em transparência, entre outros requisitos que o diferenciam em nível nacional.

Conforme explicou a secretária Luana Rocha, deverá ser contemplada pelo Programa Vencer uma pessoa por família vulnerável, que deseja empreender, trabalhar e gerar sua própria renda de maneira digna e estável, assim como mulheres que foram ou ainda são atendidas pelo programa Mulher Protegida, mães atípicas, pessoas com deficiência e catadores de materiais recicláveis, que formam o grupo prioritário.

“Vencer é proporcionar condições para as pessoas melhorarem de vida. É garantir a capacitação profissional e auxílio, desde o início da execução até a conclusão para que possam ingressar no mercado de trabalho de forma autônoma, gerando emprego e renda”, citou a secretária, reforçando que a intenção do Governo é ensinar a pescar e não apenas dar o peixe a quem dele necessita.

CURSOS E INCENTIVOS

Secretária Luana diz que vencer é dar condições para que as pessoas tenham a vida transformada

A expectativa da Seas é qualificar profissionalmente cerca de 10 mil pessoas, com a realização de 45 cursos em 13 áreas tecnológicas: Construção Civil, Vestuário, Alimentos, Madeiro-Mobiliário, Metalmecânica, Energia, Logística, Automotiva, Refrigeração e Climatização, Tecnologia da Informação, Imagem Pessoal, Gestão e Técnico.

Ao final, serão entregues kits específicos de todas as áreas de qualificação profissional, além de auxílio financeiro temporário de R$ 200 por mês, condicionada à frequência no curso. O investimento aprovado para este ano é de R$ 50 milhões.

“O programa se destaca pela inovação, onde em um único ato proporcionará à população acesso a capacitação de qualidade, auxílio financeiro e entrega de kits, que oportunizam a geração de renda via empreendedorismo ou acesso ao mercado de trabalho formal”, destacou a secretária Luana.

Lista de cursos e vagas ofertadas no programa Vencer.

Nenhum comentário