728

Em entrevista a Piunti, Gica conta que os pais choravam com as críticas recebidas na internet

Share:

A cantora foi destaque no cruzeiro do jogador Neymar e revelou como lida atualmente com os ataques que recebe nas redes sociais

Porto Velho, RO - Durante entrevista ao jornalista André Piunti, a pagodeira Gica, nascida e criada na Rocinha, Rio de Janeiro, contou como iniciou sua trajetória na música e na internet.

Apesar de ter sido o grande destaque musical do cruzeiro organizado pelo jogador de futebol Neymar, desde que iniciou na internet, a cantora recebe muitas críticas em comentários nas redes sociais.

“O que mais me doeu foi ver minha família chorando, meio triste. Meus pais começaram a me defender e a sentir como funciona, mas o meu empresário me ajudou e me ajuda muito a lidar com isso” relembra a artista.

A cantora viralizou na internet tocando cavaquinho e cantando vários sucessos de grandes nomes do pagode. No mesmo ano, a artista gravou e disponibilizou o projeto “Pagode da Gica” em seu canal do YouTube que, atualmente, já ultrapassou a marca de 50 milhões de views.

“Acredito também que a gente pecou bastante porque foi tudo muito na correria. Lancei o pagode da Gica e em quatro, cinco meses estava todo mundo falando muito mal e me criticando” comenta.

Essas e outras histórias estão disponíveis no canal. De forma descontraída, Piunti recebe grandes nomes da música sertaneja para contar episódios importantes, e até mesmo engraçados da carreira. A entrevista na íntegra é divulgada aos domingos, com um convidado novo a cada episódio.

Sobre André Piunti

André Piunti é jornalista especializado em música sertaneja, em março de 2021 criou um canal de entrevistas no YouTube com grandes nomes da música sertaneja, se tornando o maior podcast de música do Brasil. Atualmente soma mais de 170 entrevistas e mais de 125 milhões de visualizações em seu canal.

Foi responsável pelo conteúdo histórico do “Bem Sertanejo”, projeto apresentado por Michel Teló no Fantástico (Rede Globo) em 2014, 2017 e 2019. Em 2015, ao lado de Teló, lançou o livro “Bem Sertanejo”, com histórias registradas durante as gravações da primeira temporada da série.

Participa, desde 2015, do programa Encontro, da Globo, como consultor de música sertaneja.

Em 2007 criou o Blog Universo Sertanejo e o manteve no portal UOL até 2014. Estreou na Nativa FM em 2010, onde segue até hoje dando notícias sobre o mercado da música sertaneja


Assessoria de imprensa André Piunti - Novità Comunicação Estratégica

Nenhum comentário