728

Educação profissional garante fortalecimento do empreendedorismo em Rondônia

Share:

Artesanato fomenta empreendedorismo feminino

Porto Velho, RO - O ensino profissionalizante gera muitas oportunidades e foca o aprendizado no desenvolvimento de competências e habilidades técnicas para suprir as demandas do mercado de trabalho. Capacitado conforme as tendências da atualidade, o aluno tem dois caminhos a trilhar depois da qualificação: candidatar-se a uma vaga de emprego em empresas já estabelecidas ou abrir o próprio negócio.

Estudantes do Instituto Estadual de Desenvolvimento da Educação Profissional (Idep) estão empreendendo com o incentivo da instituição, que visa o progresso econômico aliado ao desenvolvimento social.

INOVAÇÃO

Conforme destacado pelo Governo de Rondônia, o fortalecimento do empreendedorismo, por meio da educação profissional está contemplado no Planejamento Estratégico que prioriza a qualificação da mão de obra como política pública, ou seja, um benefício acessível para quem busca uma carreira de sucesso.

OPORTUNIDADES

Além dos investimentos em inovação, o Governo de Rondônia assegura a oportunidade a quem quer empreender nos mais diversos segmentos econômicos. As irmãs Gizele, de 42 anos, e Gildete Costa, 40 anos, que moram no Bairro Nacional, em Porto Velho, resolveram abrir o próprio negócio depois que fizeram o curso de artesanato no Idep, em dezembro de 2022.

Em parceria com a colega de sala e hoje sócia, Marcelia Oliveira, 33 anos, moradora no Bairro Nova Porto Velho, elas estão vendendo peças de biscuit pelas redes sociais do empreendimento, que atende por encomenda e pronta-entrega. “Nossa produção está sendo bem aceita e deve melhorar, porque ainda tem muita gente que não conhece nossos produtos”, avaliou Gizele.

RENDA

Moradora do Bairro Liberdade, na Capital, Rosi Vânia Silva Pereira de 43 anos, também resolveu comercializar sua produção após frequentar, em 2023, cursos de Pão Caseiro, Pão Artesanal e Cupcake, na Escola Móvel de Panificação e Confeitaria do Idep. “Eu queria uma fonte de renda numa atividade que eu me identificasse e encontrei”, comemorou a empreendedora, que tem entre seus clientes, um mercadinho localizado no Bairro Embratel.

Foi também para reforçar o orçamento familiar que Henrique Adriano, de 23 anos, investiu no ramo da beleza masculina. Graças ao Curso de Barbeiro do Idep, que fez no polo Flora Calheiros em 2023, o morador do Bairro Tancredo Neves abriu a própria barbearia no Bairro JK.

“Tive acesso a conhecimento gratuito, que ajudou a melhorar a vida da minha família”, reconheceu. Motivado pela mulher e filhos, jovem empreendedor descobriu na educação profissional; mais um motivo para fortalecer o seu empreendedorismo.

Nenhum comentário