728

Vereador Everaldo Fogaça condena atentado à loja Havan em Porto Velho e pede ação das autoridades

Share:

Empresário Luciano Hang recebe solidariedade após incêndio na réplica da Estátua da Liberdade

Porto Velho, RO - O vereador Everaldo Fogaça (REPUBLICANOS) expressou sua indignação e condenou veementemente o atentado ocorrido durante a madrugada desta quinta-feira (14), que resultou no incêndio da réplica da Estátua da Liberdade da Loja Havan, localizada na BR-319 (avenida Governador Jorge Teixeira), no bairro Industrial, em Porto Velho.

Fogaça demonstrou solidariedade ao empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas, e ressaltou a importância de reprimir com firmeza esse tipo de ação criminosa.

Em sua fala, o vereador destacou a necessidade de ações enérgicas das autoridades estaduais para identificar e responsabilizar os envolvidos no atentado.

"Manifesto minha indignação diante desse ato covarde e repugnante que ocorreu em nossa cidade. É inaceitável que atentados com esse teor sejam praticados contra empresas e empresários que geram empregos e contribuem para o crescimento econômico de Porto Velho", declarou Fogaça.

O vereador ressaltou também a importância de garantir a segurança e o funcionamento regular das empresas, reforçando que atos de vandalismo e terrorismo como esse precisam ser punidos de maneira exemplar.

"É fundamental que as autoridades ajam com firmeza para coibir e reprimir atos dessa natureza, preservando o ambiente de negócios e a tranquilidade da população", afirmou.

O incêndio na réplica da Estátua da Liberdade causou danos consideráveis à loja, que já é conhecida pela sua importância para o comércio local.

A admiração e apoio ao empresário Luciano Hang têm sido demonstrados pela comunidade, que repudia qualquer forma de violência e vandalismo.

As autoridades estaduais estão investigando o caso e trabalhando para identificar os responsáveis pelo ataque.

A expectativa é de que medidas firmes sejam tomadas para garantir que esse tipo de ação não se repita e que a justiça seja feita.

A população espera que atos de vandalismo como o ocorrido não prejudiquem o desenvolvimento econômico e a segurança da cidade, reforçando a importância de proteger o patrimônio empresarial e a tranquilidade dos cidadãos.

Nenhum comentário