728

Embaixadores franceses no Oriente Médio rechaçam apoio de Macron a Israel e colocam presidente contra a parede

Share:

Vários embaixadores franceses no Médio Oriente e em certos países do Magrebe assinaram coletivamente uma nota

Porto Velho, RO - Vários embaixadores franceses no Médio Oriente e em certos países do Magrebe — cerca de dez, segundo Le Figaro — assinaram coletivamente uma nota lamentando a posição pró-israelita da França no conflito entre Telavive e os palestinos.

De acordo com o jornal francês, “a nota conjunta foi enviada para o Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE), com destinatários no Palácio do Eliseu, segundo um diplomata em Paris que a leu. ‘Não é um golpe certeiro», acrescenta o diplomata, mas na nota, que pode ainda ser qualificada como uma nota de discórdia, estes embaixadores afirmam que a nossa posição a favor de Israel no início da crise é mal compreendida no Médio Oriente e que está em contradição com a nossa posição tradicionalmente equilibrada entre israelitas e palestinianos’, refere o diário parisiense”.

Segundo este diplomata, “constata a perda de credibilidade e de influência da França, e constata a má imagem do nosso país no mundo árabe. Depois, de uma forma bastante diplomática, sugere que tudo isto é o resultado das posições tomadas pelo Presidente da República”.

Contactados por Le Figaro, três antigos altos diplomatas confirmaram que se tratava de “uma iniciativa coletiva, sem precedentes por parte dos embaixadores franceses no Médio Oriente”, como salientaram Denis Bauchard, Charles-Henri d'Aragon e Yves Aubin de la Messuzière, antigos embaixadores no Magrebe e no Médio Oriente. Os autores da nota comprometeram-se coletivamente a manter a discrição.

Fonte: Brasil247

Nenhum comentário