Em 30 dias, foram efetuadas mais de 270 certificações em cursos profissionalizantes no sistema prisional do Estado - RONDONIA 319

728

Em 30 dias, foram efetuadas mais de 270 certificações em cursos profissionalizantes no sistema prisional do Estado

Share:

A capacitação é promovida através de parceria com o Idep, Senar e Senai

Porto velho, RO - Cerca de 278 certificações em cursos profissionalizantes para reeducandos foram realizadas pelo Governo de Rondônia, no mês de outubro. A capacitação é promovida através de parceria com o Instituto Estadual de Desenvolvimento da Educação Profissional (Idep), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), e integram as ações do governo para a diminuição da reincidência criminal através da inserção dos reeducandos no mercado de trabalho, no pós-cumprimentos de penas.

Conforme a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus), o trabalho é executado pela Gerência de Reinserção Social (Geres), por meio do Núcleo de Educação a Pessoa Privada de Liberdade (Nuedu), que realiza as matrículas nas modalidades de Educação a Distância (EAD) e presencial, alcançando reeducandos em todo Estado. Com duração que variam entre 200 horas, 160 horas e 40 horas, os reeducandos recebem além das certificações, o benefício da remição pelo estudo, que autoriza a redução de um dia da pena a cada 12 horas de estudo.

Para o secretário da Sejus, Marcus Rito, a educação é uma das ferramentas mais eficazes para a reintegração do detento ao convívio social. “Muitos dos internos chegam às unidades sem o ensino básico e saem profissionalizados, podendo visualizar um futuro diferente de quando foram recolhidos”, disse.

O governador do Estado, Marcos Rocha, enfatiza que, “a educação pode mudar a perspectiva de vida dos reeducandos e de seus familiares, por isso investir nessa pasta é fundamental no processo de ressocialização”.

SOBRE OS CURSOS

Foram disponibilizadas 218 vagas na forma presencial, sendo elas: encanador instalador predial; eletricista predial de baixa tensão; serígrafo; assistente administrativo; pintor de obras imobiliárias; cooperativismo; associativismo; costura industrial; marceneiro e mecânico de refrigeração, para os municípios de Alvorada d’Oeste, Costa Marques, Porto Velho e Vilhena; e 60 na forma EAD, para todo o Estado, sendo: empreendedorismo; auxiliar administrativo; e atendimento ao público.

Nenhum comentário