Bolas produzidas no sistema prisional são doadas para seis entidades beneficentes em Porto Velho - RONDONIA 319

728

Bolas produzidas no sistema prisional são doadas para seis entidades beneficentes em Porto Velho

Share:

Foram entregues 162 bolas, custeadas pelo Governo do Estado, com aquisição de insumos através da Sejus e toda mão de obra carcerária

Porto Velho, RO - Na quarta-feira (11) o Governo de Rondônia realizou a doação de 162 bolas de futebol para seis entidades beneficentes localizadas em Porto Velho. O material, produzido no Sistema Penitenciário através do projeto Pintando a Liberdade, será entregue em eventos alusivos ao Dia das Crianças e fomentará programas sociais em prol da comunidade.

Conforme destacado pela Secretaria de Estado da Justiça – Sejus, as bolas, produzidas dentro da Penitenciária de Médio Porte e Penitenciária Estadual Milton Soares de Carvalho, foram custeadas pelo Governo do Estado, com aquisição de insumos através da Sejus e toda mão de obra dos reeducandos. A doação aconteceu depois de representantes da entidades solicitarem apoio à Gerência de Reinserção Social da Sejus – Geres, responsável pelo projeto Pintando a Liberdade, que atualmente conta com o trabalho de 100 reeducandos.

O secretário da Sejus, Marcus Rito, ressaltou que a secretaria está de portas abertas para contribuir com projetos sociais e agradeceu aos responsáveis. “A Sejus agradece a oportunidade de poder contribuir com causas tão importantes, que têm o poder de transformar o futuro de várias crianças, e além disso, através dessas parcerias a população pode conhecer o trabalho da Sejus voltado para a ressocialização, reintegração dos reeducandos à sociedade, e não somente privação de liberdade”, concluiu.

Bolas foram doadas para entidades de Porto Velho

Jaqueline Gomes da Silva, representante de uma das entidades beneficiadas, relatou que através do seu projeto consegue fazer a diferença na vida de mais de 300 crianças. “Essas bolas serão meu carro chefe no Dia das Crianças, que inclusive estão ansiosas por nossa celebração, e eu posso afirmar, que a prática esportiva, pode sim mudar vidas”.

Destacando o uso da mão de obra reeducanda em prol da sociedade, o governador do Estado, Marcos Rocha, afirmou que, “ o projeto Pintando a Liberdade, além de trazer diversos benefícios para quem cumpre pena, como a disciplina que o trabalho gera, habilidade em uma nova profissão, remição de pena, ressocialização, entre outras, consegue alcançar a sociedade, proporcionando momentos de lazer e alegria para essas crianças que irão receber as doações de bolas”.

Nenhum comentário