728

Deputado Cássio Gois destaca importância de apoio ao curta-metragem Ela Mora Logo Ali

Share:

Produção rondoniense já ganhou 23 prêmios nacionais, incluindo três no Festival de Cinema de Gramado (RS)

Porto Velho, RO - Durante a realização da sessão itinerante da Assembleia Legislativa de Rondônia (Alero) em Machadinho d’Oeste, na última quinta-feira (24), o deputado estadual Cássio Gois (PSD) ressaltou a importância da presença da Casa de Leis rondoniense na cidade e para aprovação de um projeto de sua autoria que envolve o agronegócio.

“Precisamos parabenizar o gestor dessa cidade, Paulo da Remap. Parabenizar meu amigo Wellington Francisco, da linha MA-45, aqui de Machadinho, agricultor, trabalhador, pessoa que a gente tem muita estima, liderança forte da região. Hoje quero pedir apoio dos colegas deputados para ser votado hoje, o 162, de nossa autoria, que dá suporte às usinas hidrelétricas, que cria a política pública de incentivo aos municípios sedes de hidrelétricas e alagados, a fim de promover o desenvolvimento da agricultura, piscicultura e preservação ambiental e dá outras providências”, disse ele.

Ele complementou: “Isso você dá suporte ao pequeno produtor, que pode ser atingido pela construção de uma hidrelétrica no estado de Rondônia. Eu acredito que é um momento oportuno para que a gente aprove aqui em Machadinho, onde está em discussão uma nova usina nesta cidade. Eu tenho certeza que esse projeto de lei vai dar suporte aos produtores dessa região que vão bater na porta da prefeitura”.

Cultura

Cássio Gois ainda comentou a importância do reconhecimento da cultura e das artes rondonienses, com o curta-metragem “Ela Mora Logo Ali”.

“Essa casa está vindo de encontro às necessidades desta população. O nosso perfil de trabalho é ser defensor da infraestrutura, da agricultura e da saúde. Eu quero trazer uma notícia importante, que teve destaque nacional, sobre um filme construído aqui no estado de Rondônia. Um curta metragem de 15 minutos, o “Ela Mora Logo Ali”, sobre uma senhora negra, simples, vendedora de bananinhas, batatas fritas em Porto Velho”, observou ele.

O parlamentar ainda destacou o grande momento que a produção vive com a conquista de 23 prêmios nacionais, incluindo o de melhor atriz, melhor roteiro e melhor filme escolhido pelo público no Festival de Gramado (Rio Grande do Sul).

“Esse filme foi premiado com três Kikitos de ouro, como se fosse o Oscar nacional que nós temos e mundial também, no Festival de Cinema de Gramado, que acontece há mais de 50 anos. Nunca na história, um filme de Rondônia tinha sido premiado em nível nacional.

Nós precisamos reconhecer, por meio da Assembleia Legislativa, um voto de louvor à autora desse filme, que é a senhora Agrael de Jesus, a atriz, e o diretor Neto Cavalcanti. Foram três prêmios muito importantes: melhor roteiro, melhor atriz, que foi a Agrael de Jesus, e o troféu do júri popular, que era quem estava presente”, comentou ele.


Filme de Rondônia concorre ao prêmio Kikito. (Foto: Festival de Cinema de Gramado/Reprodução)

Cássio Góis ainda salientou: “Em conversa com o diretor, eles caminharam de forma independente, friso mais uma vez. Mas estão abertos para receber ajuda e apoio de todos nós. Eu tenho certeza, que o secretário Júnior Lopes [Sejucel], que tem se destacado em seu trabalho, que é responsável pela cultura, esporte e lazer deste estado, vai receber esses atores, esses diretores e vamos dar todo o suporte”.

O deputado estadual quer que a Alero ainda dê mais apoio à produção cinematográfica que tem dado orgulho a todos os rondonienses.

“Esse filme já recebeu mais de 23 prêmios até agora. E hoje, nesse exato momento, estão no Festival de Manaus, sendo mais uma vez, reconhecidos. Então, essa casa, além de fazer homenagens, precisa dar suporte a esse filme que leva o nome de Rondônia no cenário nacional”.

Indústria

Cássio Góis ainda evidenciou a importância de uma grande indústria rondoniense, a Ciclo Cairu, que fez aniversário de fundação recentemente.

“Sobre o ciclismo em Rondônia, esta semana, aconteceu uma homenagem à Ciclo Cairu, que tem 38 anos de história. Uma empresa séria, que emprega no estado de Rondônia e que tem feito seu papel social. E nada mais justo, que eu e o deputado Jean Mendonça, do município de Pimenta Bueno, apresentarmos a essa empresa o título honorífico de Honra ao Mérito à Ciclo Cairu. É mais um requerimento nosso que está nessa casa para apreciação de todos os deputados”, finalizou ele.


Texto: Felipe Corona / Assessoria parlamentar

Nenhum comentário